Município de Castro Daire

300 MIL EUROS APROVADOS PARA VALORIZAR A TRANSUMÂNCIA

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF


O pastoreio sempre fez parte da cultura e da identidade das populações dos concelhos de Castro Daire, Fundão, Gouveia e Seia. Por tempos imemoriais, os rebanhos percorriam trilhos e caminhos nas suas deslocações para as terras altas da Estrela e de Montemuro. A tradição e a cultura associada à transumância deu origem à REDE CULTURAL “TERRAS DE TRANSUMÂNCIA” que agora, irá investir 300 mil euros num programa cultural identitário.

Preservar a identidade, a autenticidade e o património imaterial associado à transumância esteve na origem da parceria entre os municípios de Castro Daire, Fundão, Gouveia e Seia. Os quatro municípios vão executar durante 18 meses os 300 mil euros de investimento aprovado no âmbito da candidatura efetuada ao aviso do CENTRO2020 para a Programação Cultural em Rede, que visa o investimento na conservação, proteção, promoção e desenvolvimento do património cultural.

A Rede Cultural “Terras de Transumância” pretende dar ênfase à transumância, ao território e ao património cultural através do desenvolvimento e promoção de um programa cultural diferenciador, respeitando os valores identitários dos quatro territórios.

Os investimentos a promover no âmbito da rede procuram recuperar e valorizar os elementos patrimoniais relacionados com a transumância. Salvaguardar as tradições pastoris que permanecem na identidade cultural dos concelhos, desenvolver a criação de novos produtos e experiências turístico/culturais e preservar a identidade e a memória associada à transumância são os principais objetivos do projeto.

A execução do programa de valorização está subdividida em três eixos principais: a execução de uma agenda de atividades artísticas/culturais em cada um dos municípios; a valorização do património cultural associado à transumância, afirmando os territórios como destinos turístico/culturais de excelência; a realização de um documentário, um plano de comunicação e a conceção de uma coprodução artística, focada na transumância, que irá percorrer os quatro territórios durante os 18 meses de execução do programa.

Para os municípios de Castro Daire, Fundão, Gouveia e Seia a possibilidade de articulação de esforços na valorização cultural da transumância é a continuidade do trabalho previamente realizado por cada uma das autarquias. A conceção da Rede Cultural “Terras de Transumância” assume-se agora como um polo aglutinador de vontades, estabelecendo um plano de ação que posiciona os concelhos, implementa novos produtos culturais e salvaguarda e valoriza a identidade e a autenticidade dos territórios de montanha.

A Rede Cultural “Terras de Transumância” foi aprovada no âmbito do Aviso n.º CENTRO-14-2020-12 e concretiza-se através da parceria entre o Município de Castro Daire, o Município de Gouveia, o Município de Seia e a Agência de Desenvolvimento Gardunha 21.

Estamos Juntos!