Município de Castro Daire

MONTANHAS MÁGICAS® CERTIFICADAS COMO DESTINO DE TURISMO SUSTENTÁVEL

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

É já no próximo dia 6 de novembro de 2013 que as Montanhas Mágicas® vão ser certificadas, pela Federação Europarc, como destino de turismo sustentável no âmbito da CETS - Carta Europeia de Turismo Sustentável. A assinatura e entrega do Certificado realizar-se-ão em Bruxelas numa cerimónia organizada pela Federação Europarc, na qual estarão presentes representantes da ADRIMAG - Associação de Desenvolvimento Rural Integrado das serras de Montemuro, Arada e Gralheira, entidade promotora da recém-aprovada candidatura do território àquele galardão europeu.

 


As Montanhas Mágicas® abrangem uma vasta área geográfica correspondente à área administrativa dos municípios de Arouca, Castelo de Paiva, Castro Daire, Cinfães, São Pedro do Sul, Sever do Vouga e Vale de Cambra, na qual de inserem os sítios classificados da Rede Natura 2000 – serras da Freita e Arada, serra de Montemuro, rio Paiva e rio Vouga, e ainda o Arouca Geopark.

Ao longo dos últimos 20 anos a ADRIMAG, em parceria com os sete municípios seus associados, tem vindo a desenvolver um conjunto de projetos e ações de preservação e valorização dos recursos naturais e culturais do território, e a promover a criação de condições favoráveis ao desenvolvimento turístico sustentável do mesmo. Entre as ações e projetos que tem vindo a desenvolver e a apoiar salientam-se a criação de infraestruturas turísticas, percursos pedestres, museus e centros de interpretação ambiental, unidades de TER - Turismo no Espaço Rural, restaurantes, parques de lazer, recuperação de património rural construído, apoio às artes, ao artesanato, e à produção e comercialização de produtos agroalimentares, e ainda a dinamização de todos estes recursos através de ações de animação, promoção e divulgação.

A certificação das Montanhas Mágicas® como destino de turismo sustentável constitui um importante reconhecimento do valor dos recursos naturais e culturais do território e do esforço que tem vindo a ser feito para os preservar e valorizar. Em simultâneo, a atribuição deste galardão compromete os atores locais, públicos e privados, na organização conjunta da oferta turística e no respeito pelos princípios de sustentabilidade ambiental, económica, social e cultural que devem estar subjacentes ao processo de desenvolvimento turístico sustentável deste território.

O envolvimento de um número significativo de parceiros locais, ligados ao setor turístico, na elaboração da candidatura da Carta Europeia de Turismo Sustentável das Montanhas Mágicas®, ao longo de aproximadamente um ano, foi fundamental para definir uma estratégia de desenvolvimento turístico sustentável e um plano de ação para 5 anos, através dos quais se pretende dar cumprimento aos princípios fundamentais da Carta, designadamente:

  • proteger e valorizar o património natural e cultural do território;
  • providenciar experiências de qualidade aos visitantes e turistas;
  • disponibilizar informação aos visitantes sobre as qualidades específicas do território;
  • estimular a oferta de produtos turísticos específicos que permitam a descoberta e a compreensão do meio natural e cultural do território;
  • assegurar que o turismo suporta e não reduz a qualidade de vida dos habitantes locais;
  • aumentar os benefícios do turismo na economia local;
  • monitorizar os fluxos de visitantes para reduzir os impactos negativos.

A candidatura da Carta Europeia de Turismo Sustentável das Montanhas Mágicas® constitui uma das ações do Projeto de Gestão da Parceria PROVERE “Montemuro, Arada e Gralheira”, promovido pela ADRIMAG com o apoio financeiro do QREN / Programa Operacional Regional do Norte – ON.2.

Para mais informações sobre a estratégia e plano de ação da CETS Montanhas Mágicas® consultar: http://cetsmontanhasmagicas.blogspot.pt/